Área Restrita

Cid Gomes deixa o Ministério da Educação

19/03/2015
Notícias
Institucional

Após polêmica deflagrada hoje (18) com o Congresso Nacional, o ministro da Educação, Cid Gomes, pediu demissão à presidenta Dilma Rousseff. Ainda não há mais detalhes sobre a substituição de Gomes na pasta. 

 

"O ministro da Educação, Cid Gomes, entregou nesta quarta-feira, 18 de março, seu pedido de demissão à presidenta Dilma Rousseff. Ela agradeceu a dedicação dele à frente da pasta", diz a nota divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência. 

 

Cid Gomes foi hoje à Câmara dos Deputados, convocado em comissão geral, para se explicar sobre declarações que deu em um evento na Universidade Federal do Pará, no dia 27 de fevereiro, de que há no Congresso Nacional “400 ou 300 achacadores”, que se aproveitam da fraqueza do governo para levar vantagens. Cid Gomes disse que essa não é sua “opinião pública” e que a declaração foi feita em encontro com estudantes, dentro da sala do reitor, após ser questionado por eles sobre a falta de dinheiro para a educação.

 

Líderes partidários da base governista e da oposição criticaram duramente as declarações e a postura do ministro Cid Gomes no plenário da Câmara e pediram a saída dele do cargo.

 

Minutos depois, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, anunciou no plenário que havia recebido um comunicado do ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, avisando da demissão de Cid Gomes. O líder do governo da Câmara, José Guimarães (PT-CE), confirmou que o ministro foi ao Palácio do Planalto ao sair do Congresso Nacional.

 

Fonte: Agência Brasil

 

Imagem: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

 

Veja Também

11/03/2013
Institucional

ministro-quer-aumentar-formacao-de-pesquisadores-do-programa-ciencia-sem-fronteiras

Quase 10 mil candidatos estão aptos para as bolsas   O ministro da Educação Aloízio Mercadante disse hoje (7) em Lisboa que o governo quer estimular a formação de pesquisadores inscritos no Programa Ciência sem Fronteiras para que tenham proficiência em idiomas estrangeiros, como inglês, alemão, mandarim e francês. “Precisamos estimular os jovens a falar mais uma língua, a conhecer e ter competência específica em outras culturas”, disse Mercadante ao sair de reunião com o ministro da Educação e da Ciência de Portugal, Nuno Crato. “Se a gente deixar, vem muita gente para Portugal. Tem que continuar vindo, mas temos que estimular que tenham proficiência em outras...

13/03/2013
Institucional

problemas-para-se-relacionar-podem-atrapalhar-vida-na-faculdade

Pesquisas apontam que relacionamentos interpessoais ajudam no desempenho acadêmico   A mudança da escola para a faculdade é cheia de percalços. A escolha da profissão, a `via crucis` do vestibular, a decisão de sair ou não da casa dos pais. Desafios que fazem desse um momento de transição na vida do jovem. E quando finalmente se chega na universidade, podem surgir outros problemas, como a dificuldade de se enturmar em um ambiente novo e altamente competitivo. Segundo Alessandra Turini Bolsoni Silva, professora de psicologia da Unesp (Universidade Estadual Paulista), pesquisas mostram que estudantes com dificuldade de fazer amigos e de se inserir no novo grupo de colegas podem...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem